BBB19: família de Rodrigo recorre à polícia após ataques racistas

Após ser indicado ao décimo paredão por Paula e protagonizar uma discussão com a sister, Rodrigo França foi atacado com comentários preconceituosos nas redes sociais. A família do brother precisou fechar o campo dos comentários de alguns posts do perfil oficial dele no Instagram, para evitar mais ofensas. De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a família do carioca também vai recorrer a um advogado e à polícia do Rio de Janeiro.

Segundo o colunista, o advogado Ricardo Brajterman foi contratado pelos parentes de Rodrigo, e havia a expectativa de que eles procurassem a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática na manhã desta terça-feira (2/4). O intuito é que a polícia possa identificar e punir os autores dos ataques racistas contra o brother. Nas redes sociais, os comentários sobre o carioca vão desde “Carol vai tombar o vitimista de merda” até “lugar de macaco é no zoológico.”

 

O advogado também publicou um print da coluna de Ancelmo Gois, confirmando a informação de que processará os autores dos comentários. “Vamos processar os racistas que fizeram sua mãe chorar”, escreveu Brajterman no Instagram. “A pedido da sua família, vou agir imediatamente na esfera cível e criminal. Nada justifica o racismo!”.

O perfil de Rodrigo divulgou nos stories do Instagram dezenas de comentários que atacavam o brother de maneira preconceituosa. A maioria das publicações tem os mesmos autores e alguns atendem por usuários que fazem homenagem a Paula e Carol. Internautas chegaram até a comentar nos posts da mãe de Rodrigo. “Cabelo Bombril (risos). Verinha, você deve ser macumbeira como o seu filho, né?”, escreveu uma pessoa em uma publicação de Vera.

Houve até ameaças de morte a Rodrigo. “Se por isso que eu falo já estão fazendo drama, imagina quando eu matá-lo? Quero ver a reação de vocês, seus baba-ovo de lixo desprezível”, comentou um perfil. “Não sou obrigado a me mostrar. Chora, que amanhã esse macaco podre manco de Taubaté vai sair, e, se depender de mim, morre ainda nesse 2019”, disse mais um.

Ainda na tarde passada, Rodrigo entrou em uma discussão com Paula, que já tem um histórico de comentários intolerantes no reality, a maioria contra Rodrigo e Gabriela. Em conversa com Hariany e Carolina no quarto do líder, a loira disse não gostar do olhar do carioca. À noite, ela e Rodrigo se enfrentaram no jogo da discórdia, no qual a mineira chamou o outro de “dissimulado”. “O que eu não entendo é de onde vem essa forma de pré-julgar”, se defendeu o participante. “Sempre respeitei todo mundo aqui. O que me inquieta é: por que eu sou uma interrogação?”

Rodrigo está no paredão contra Carol e Hariany, que já foram e voltaram do paredão mais de uma vez. A votação no site do Gshow, responsável por decidir quem sairá do confinamento, chega ao fim na noite desta terça-feira (2/4).

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *