UFMS pode fechar as portas em Três Lagoas

O professor – Doutor, Osmar Jesus Macêdo, Diretor da Universidade Federal de MS, em Três Lagoas, confirmou que o corte de recursos promovido pelo Governo Federal para as universidade públicas em todo o país,  já está prejudicando o andamento das atividades.

Disse que a Universidade teve por um corte de verbas de 30% , e isso teria atingido o  custeio das respectivas atividades. Informou ainda, que o Governo Federal liberou 40% dos recursos que estavam previstos para serem investidos este ano, no mês de janeiro, porém, com o corte de 30% a Universidade de Três Lagoas ficou com apenas 28% deste percentual.

Osmar Macêdo,  ressaltou se não houver uma sinalização no sentindo de novas liberações de recursos para a UFMS de Três Lagoas, faltará dinheiro para o pagamento das contas  de água, luz, serviços de limpeza e internet, a partir do mês de setembro.

O diretor comentou,  que a Reitoria e Pró – Reitorias,  já cancelaram diversos Editais que visam,  a participação de docentes e acadêmicos, em diversos eventos  e que os recursos previstos para pagamento de diárias, também já estão findando.

Osmar de Jesus Macêdo fez um apelo a classe política de Três Lagoas e do Estado para que  intervenham nesta situação, bem como, solicitou total apoio da sociedade, em especial dos acadêmicos para que não aconteça o fechamento da UFMS, em Três Lagoas,  e em outras cidades do interior do MS.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *