Copa América: Classificação do Brasil para a final garante decisão inédita na história

Brasil está na final da Copa América. Com a vitória de 2 a 0 em cima da Argentina no Mineirão, a equipe do técnico Tite volta a disputar a decisão da competição após duas edições.

Só que dessa vez acontecerá algo inédito. Com Chile e Peru, que disputam a outra final amanhã, às 21h30 na Arena do Grêmio, a decisão da Copa América será entre Brasil e uma dessas seleções.

Nunca antes na história o Brasil decidiu a competição com chilenos ou peruanos. Até aqui, em todas as finais que disputou, a seleção só teve como adversários o Uruguai, a Argentina, o Paraguai e a Bolívia.

Chile e Peru disputaram a final em apenas oito oportunidades ao longo de todas as 46 edições. O Peru em todas as finais que chegou, ganhou (1939 e 1975). Já o Chile tem dois títulos (2015 e 2016) em seis finais disputadas.

O Chile, em suas finais disputadas, enfrentou apenas a Argentina (três vezes), Uruguai (duas vezes) e Paraguai (uma vez).

Já a seleção peruana teve como adversários em suas duas finais disputadas o Uruguai e a Colômbia.

Em suas 19 decisões de Copa América, o Brasil teve a Argentina como sua maior adversária. Foram 10 finais. Contra o Uruguai foram 5. O Paraguai foi adversário da seleção em decisões por três oportunidades e a Bolívia uma vez.

O Brasil chega na final da competição com uma campanha quase perfeita. Foram até aqui cinco jogos, com quatro vitórias e um empate com a Venezuela em Salvador.

O Peru, que pode enfrentar a seleção na decisão, já mediu forças com o Brasil na competição e foi goleado por 5 a 0 na Arena Corinthians em jogo válido pela última rodada da fase de grupos.

A decisão da Copa América será disputada no próximo domingo, às 17h, no Maracanã. O Brasil já se garantiu na decisão, e espera seu adversário para uma final inédita para quem sabe levantar o título em casa.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *