Suspeito de estuprar crianças se passava por evangelizador

Segundo a Polícia, o jovem de 22 anos, suspeito de estuprar crianças em Três Lagoas  e outros três cidades de Mato Grosso do Sul, se passava por evangelizador nas igrejas que frequentava, como uma forma de atrair as vítimas e depois levá-las para um terreno baldio, onde cometia os abusos. 

Elerson Carlos Mareco Wider foi preso e esta a disposição da justiça.

“O primeiro registro foi quando ele tinha 13 anos, mas, acreditamos que existem mais vítimas. Nós chegamos a interrogar, só que algumas ficaram quietas. Ele ganhava a confiança na igreja, ia na casa das pessoas, até o momento de levar para algum lugar, geralmente terreno baldio, onde as pedia para abaixarem as calças” – ressaltou o delegado Mikail Faria, responsável pelas investigações. 

O jovem teve a prisão preventiva decretada e a Polícia Civil investiga uma suposta rede de pedofilia, cujo o mesmo seria integrante. 

Suspeito foi preso após força-tarefa envolvendo as polícias de MS e GO — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *