Médico de MS é eleito presidente do Conselho Federal de Medicina

O médico Mauro Luiz de Britto Ribeiro, que atualmente é representante dos médicos de Mato Grosso do Sul, foi eleito para o cargo de presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), ontem (1°) em Brasília. Entre os dias 26 e 28 de agosto, médicos de todo o Brasil participaram das eleições dos novos conselheiros federais. Cada Unidade da Federação elegeu um conselheiro federal efetivo e outro suplente.

Durante nomeação, Ribeiro defendeu o ético exercício da Medicina e reiterou a importância da unidade no sistema conselhal. Ele declarou que a entidade continuará a se empenhar na defesa do ato médico, do Sistema Único de Saúde (SUS) e da qualidade do ensino médico no país. “Investiremos mais em fiscalização, em comunicação e em abertura de espaços políticos no Congresso Nacional, sempre em prol de pautas da categoria médica”, afirmou.

Com a votação da chapa única que se apresentou em plenário foram confirmados ainda os seguintes conselheiros como diretores do CFM: 1º vice-presidente, Donizetti Dimer Giamberardino Filho (PR); 2º vice-presidente, Alexandre de Menezes Rodrigues (MG); 3º vice-presidente, Emmanuel Fortes Cavalcanti (AL); secretária-Geral, Dilza Teresinha Ambrós Ribeiro(AC); 1º secretário, Hideraldo Luís Cabeça (PA); 2ª secretária, Tatiana Della Giustina (RS); Tesoureiro, José Hiran da Silva Gallo (RO); 2º tesoureiro, Salomão Rodrigues (GO); corregedor, José Albertino Souza (CE); e vice-corregedora, Helena Carneiro Leão (PE). Também foram escolhidos membros da Comissão de Tomada de Contas do CFM, os conselheiros Anastácio Kotzias (SC), Ademar Carlos Augusto (AM) e Júlio Braga (BA).

BIOGRAFIA

Cirurgião-geral, Ribeiro formou-se pela Faculdade de Medicina de Petrópolis (RJ), em 1984, e fez residência em Cirurgia Geral no Hospital Souza Aguiar (RJ), além de ter cursado pós-graduação no Hospital Monte Sinai, em Nova Iorque (EUA). Ele presidiu o Conselho Regional de Medicina do Estado do Mato Grosso do Sul (CRM-MS) de 2005 a 2007; e foi 1º vice-presidente do CFM entre 2014 e 2019, onde coordenou o Departamento de Comissões e Câmaras Técnicas. Neste último período, teve atuação destacada em áreas ligadas ao direito médico, urgências e emergência e ensino médico, entre outras.

CFM

O Conselho Federal de Medicina, CFM, é um órgão que possui atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica. Criado em 1951, sua competência inicial reduzia-se ao registro profissional do médico e à aplicação de sanções do Código de Ética Médica.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *