Bandido “barra pesada” é executado com 30 tiros de pistola na fronteira

Conhecido como bandido “barra pesada” na fronteira, Edivandro Rocha de Oliveira, 38, foi executado com pelo menos 30 tiros na manhã deste sábado (23) em Coronel Sapucaia, a 400 km de Campo Grande. A cidade é vizinha de Capitán Bado, no Paraguai.

Natural de Amambai, Edivandro tinha acabado de chegar a uma casa no centro da cidade, em frente a um supermercado. Ele tomava café com o dono da residência quando os pistoleiros chegaram.

Ainda não há informações sobre os matadores, mas policiais que foram ao local recolheram pelo menos 30 cápsulas deflagradas de calibre 9 milímetros. Os tiros estouraram uma porta de vidro. Edivandro foi atingido no corpo e na cabeça e morreu no local.

A Linha Internacional entre as duas cidades é uma das três principais bases de facções criminosas brasileiras que travam guerra pelo controle do tráfico de drogas e de armas. Dados não oficiais revelam pelo menos 150 execuções neste ano nos dois lados da fronteira entre os estados de Mato Grosso do Sul e Amambay, no Paraguai.

Fontes ouvidas pela reportagem afirmam que Edivandro tinha ligação com o tráfico de drogas. Também era conhecido na cidade como membro de quadrilhas que assaltam carro-forte em grandes centros urbanos. O irmão dele já tinha sido assassinado em Santa Catarina.

No sistema de consulta processual no site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul só existe um pedido de transferência no período em que Edivandro estava preso, mas não há detalhes sobre a condenação nem o crime pelo qual foi condenado. Atualmente ele estava no regime semiaberto.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *