Quadrilha especialista em túneis tenta furtar Banco do Brasil e 2 são mortos

Dois homens foram mortos e 7 pessoas presas durante flagrante na madrugada deste domingo (22). O grupo tentava furtar a central administrativa do Banco do Brasil, localizada no cruzamento da Rua Alegrete com a Travessa Buriti, na região do Bairro Monte Castelo, em Campo Grande.

Segundo a polícia, a quadrilha abriu túnel de 63 metros, que já havia atingido o ponto no subsolo que fica bem embaixo do cofre da unidade do Banco do Brasil. No local, são executados serviços como compensação de cheques.

O Campo Grande News apurou que os integrantes da quadrilha são dos estados de São Paulo e do Nordeste. Os criminosos agiam fazendo túnel para ter acesso aos cofres das agências bancárias. Os nomes dos envolvidos ainda não foram informados.

Ainda conforme apurado pela reportagem, o bando vinha sendo monitorado havia quase 6 meses meses. Durante a ocorrência, 3 veículos foram apreendidos: uma caminhonete Hilux, com placa do Pernambuco, um utilitário de Ponta Porã e um caminhão.

Em uma casa na região, os policiais encontraram toneladas de terra ensacada. Os grupo usava carrinhos de mão para fazer o transporte pelo túnel até um buraco aberto no chão de um dos cômodos do prédio no Bairro Monte Castelo, que foi alugado e servia como uma das bases da quadrilha. A quantidade de sacos empilhados em um dos cômodos mostra que o trabalho foi longo.

O grupo foi preso e levado para a Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros). Segundo o delegado Fábio Peró, o imóvel será aberto para a imprensa. “Mas nós estamos estudando a forma de fazer isso, uma vez que por conta das chuvas que caem na cidade há risco de desabamento”, justifica.

Túnel já estava próximo a cofre do Banco do Brasil. — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Túnel já estava próximo a cofre do Banco do Brasil. — Foto: Polícia Civil/Divulgação
 
Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *