Atleta que passou mal na Corrida de Reis tem morte cerebral

O servidor público do Estado de Rondônia, Juraci Santos Duarte, foi diagnosticado com morte encefálica na tarde desta sexta-feira (17) no Hospital Municipal de Cuiabá. Inscrito na Corrida de Reis, ele estava internado desde a manhã do domingo (12), depois de sofrer uma queda durante a prova.

 

Na tarde desta sexta (17), a Secretaria de Estado de Justiça, onde Duarte era lotado como policial penal, divulgou nota de pesar, lamentando o falecimento. “É com profundo pesar que a Secretaria de Estado de Justiça informa o falecimento do policial penal Juraci Santos Duarte”, consta na nota.

 

A Prefeitura de Cuiabá, no entanto, informou apenas que Duarte seguia sob os cuidados médicos da unidade e que só fornece informações sobre pacientes aos parentes.

 

Principal prova de rua do Centro-Oeste, a Corrida de Reis reúne anualmente milhares de atletas em Cuiabá. Neste ano a prova aconteceu sob intenso calor, com corredores inclusive passando mal. Uma das principais críticas foi a reduzida quantidade de postos de água mineral.

 

Duarte é ex-diretor do Centro de Ressocialização Cone Sul, de Vilhena.

 

Segundo reportagem do site Vilhena Notícias, dois irmãos dele viajaram para acompanhar o caso em Cuiabá, onde também já está a esposa.

 

A queda durante a prova foi o primeiro problema enfrentado por Duarte, que na segunda-feira (13), já internado, teria sofrido um acidente vascular cerebral, sendo submetido a uma cirurgia de urgência.

 

Nascido em Colorado do Oeste, Juraci concorreu ao cargo de deputado estadual pelo PHS em 2018. Agora filiado ao PRB, ele era sondado como possível candidato a prefeito de Vilhena.

 

A reportagem tentou contato com o setor de marketing da TV Centro América, organizadora do evento, mas o telefone não foi atendido.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *