Corinthians começa 2020 com nova mentalidade, amassa Botafogo-SP

O Corinthians recebeu o Botafogo-SP pela primeira rodada do Campeonato Paulista e venceu por 4 a 1, com quase 25 mil torcedores presentes. Boselli fez três gols e Luan um; do outro lado, Ronald diminuiu.

Ditando o ritmo da partida, os mandantes pressionaram intensamente até balançar as redes, aos 11 minutos – após lançamento de Piton, Ramiro ganhou dividida e bateu, mas Darley fez linda defesa; no rebote, Boselli chutou no contra-pé do goleiro e saiu para o abraço Antes disso, já criaram chances e reclamaram muito de um pênalti em Camacho.

Tirando um pouco o pé do acelerador, mas ainda ocupando o campo ofensivo, o Corinthians balançou as redes de novo aos 33, novamente com Boselli, desta vez após receber enfiada de bola de Richard e driblar o goleiro. Entretanto, o árbitro anulou por impedimento, e como nesta fase do Paulistão não temos VAR, não houve revisão do lance milimétrico.

Aos 44, o Botafogo teve sua grande chance. Após uma cobrança de escanteio muito fechada, a bola desviou em Ramiro, bateu em Diego, na pequena área, e foi em direção a Cássio, que defendeu mais no susto e na sorte.

Na segunda etapa, a pressão continuava, mas os visitantes mostravam mais vontade de empatar. Até que, com 8 minutos, após Ramiro perder um gol de cabeça, Reginaldo, sozinho, não aproveitou o cruzamento e deixou de empatar em chance clara de gol. Na sequência, Cássio lançou, a defesa afastou mal e Janderson acionou Boselli, que chutou na trave. No rebote, Janderson bateu e o zagueiro Reginaldo defendeu com as mãos. Após o defensor ser expulso, Luan, de pênalti, marcou oficialmente pela primeira vez com a camisa alvinegra.

O Corinthians decidiu a partida seis minutos depois. Em uma troca de passes envolvente, Fagner tocou para Richard, que tabelou com Janderson e rolou para Boselli, sem goleiro, fazer o terceiro.

No final da partida, quando tudo parecia acabado, o Botafogo tentou reagir, e Ronald aproveitou ótimo contra-ataque para marcar. Mas a noite realmente era do Corinthians, e Boselli, até sem querer, fez mais um. Após cruzamento da direnta, a bola desviou, subiu e foi afastada pela zaga botafoguense. Nisso, explodiu no joelho do argentino e morreu no fundo do gol.

ESPN

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *