Flamengo vence clássico por 3 a 2 no Maracanã, elimina Fluminense e vai à final da Taça Guanabara

Em um jogaço, digno da história do clássico, o Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 2, nesta quarta-feira, pela semifinal da Taça Guanabara, e avançou à final do 1º turno do Campeonato Carioca.

O Rubro-Negro começou arrasador, fazendo dois gols em apenas 10 minutos no 1º tempo.

Logo em seu ataque inaugural, Arrascaeta cruzou e Bruno Henrique escorou de cabeça para o gol. Pouco depois, o Flu saiu jogando errado e deu de presente para Gabigol, que não perdoou: 2 a 0.

No restante da etapa inicial, o Fla ainda perdeu um caminhão de chances, desperdiçando a chance de liquidar a fatura.

No começo do 2º tempo, porém, veio o 3 a 0: em uma linda jogada, no estilo “toco y me voy”, Bruno Henrique deu para Gabigol, que entregou um passe fantástico de calcanhar para Filipe Luís. O ala chegou batendo cruzado e balançou a rede.

Mas quem imaginava que o Fluminense fosse se entregar depois disso, errou feio!

A reação começou com o zagueiro Luccas Claro, que aproveitou boa jogada ensaiada para mandar de cabeça e descontar.

10 minutos depois, Gilberto e Pacheco tramaram boa jogada, e a bola sobrou para Evanílson estufar as redes de Diego Alves: 3 a 2.

Os lances finais do clássico no Maracanã foram eletrizantes.

Primeiro, Nenê enfiou para Evanílson e o atacante tocou por baixo de Diego Alves para empatar. No entanto, o tento foi anulado por impedimento após consulta ao VAR.

Depois, aos 45, Pacheco invadiu a área e se enroscou com Gustavo Henrique. Os atletas tricolores pediram pênalti, e o VAR entrou em ação de novo. No fim, a jogada foi parada por novo impedimento (veja os lances abaixo).

Com as torcidas em polvorosa, o duelo ainda teve mais oito minutos de acréscimo, ficando completamente imprevisível.

Mas, no final das contas, o Flamengo segurou o triunfo (com direito a mais um gol do Flu anulado por impedimento) e avançou à decisão da Taça Guanabara.

A outra semifinal será entre Boavista e Volta Redonda, neste domingo, às 16h (de Brasília).

ESPN

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *