Diversos focos de incêndio são combatidos pelos Bombeiros de Três Lagoas

Militares do 5º Grupamento de Bombeiros Militar (5ºGBM) atenderam diversos incêndios em vegetação nos últimos dias na região de Três Lagoas (MS). Três deles foram de grandes proporções, segundo informou a corporação: um nas proximidades dos ranchos do rio Sucuriú, outro nas proximidades da MS-320 e ainda um que foi registrado na tarde da última quinta-feira (01º), na região do córrego do Onça, às margens da BR-262.

O grande incêndio registrado na proximidade do córrego do Onça, que consumiu talhões de eucalipto e destruiu propriedades rurais, começou por volta das 11h, às margens da BR-262. Esse fogo foi o mesmo registrado na tarde de ontem, passando nas proximidades de um posto de combustível.

A rápida ação dos brigadistas e o vento ajudaram que a tragédia não fosse maior no local, uma vez que o fogo poderia atingir os líquidos inflamáveis. O fogo consumiu diversos quilômetros de vegetação, seguindo em direção ao córrego Ribeirão do Palmito.

Os bombeiros tiveram a ajuda de brigadistas da empresa Suzano no combate às chamas. Os prejuízos causados pelo fogo não foram calculados e ainda não existe a informação se animais morreram devido ao grande incêndio. Existe a possibilidade de a origem deste incêndio ter sido criminosa. O combate aos focos continua nesta sexta-feira (2).

Outros incêndios
Por volta das 11h de ontem (01º), uma equipe que estava na antiga fazenda Agropeva, cerca de 60 km do município de Água Clara (MS) retornou do combate às chamas. Eles estiveram no local por cerca de quatro dias, até que todos os focos fossem controlados ou extintos naquela região.

Em imagens divulgadas pela corporação é possível ver que uma pessoa acabou se ferindo durante o combate a um foco de incêndio na fazenda Terra Boa. O homem recebeu os primeiros socorros da equipe militar. Os registros ainda mostraram o fogo se deslocando para proximidade de uma área de preservação ambiental.

 

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *