PM abre procedimento para apurar morte de homem em porta-malas de viatura

Para apurar as circunstâncias da morte de Jefferson José Mikuni Dias, de 34 anos, a PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) irá instaurar procedimento administrativo. O homem morreu a tiros por policiais na noite deste domingo (3) após sacar revólver e ameaçar os policiais enquanto estava no porta-malas de uma viatura em Três Lagoas – a 326 quilômetros de Campo Grande. 

Jefferson já havia sido baleado na perna anteriormente e estava sendo encaminhado para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), de acordo com o jornal Enfoque MS. Conforme relatado pela PM, ao chegar no local para receber socorro, o homem aproveitou que o porta-malas se abriu e apontou um revólver calibre .38 para os militares, nesse momento foi baleado mais uma vez e não sobreviveu.

Toda a ocorrência começou quando Jefferson estava em um Hyundai HB20 preto, estacionado de forma irregular com motor ligado e vidros fechados. Em nota, a PM relatou que o homem fugiu e durante o trajeto dispensou 3,9 quilos de maconha pela janela.

Foi necessário realizar acompanhamento tático por várias ruas e com auxílio de outras equipes. O carro de Jefferson foi baleado nos pneus, mas mesmo assim o homem continuou seguindo e só parou quando um dos pneus estourou.

Ao sair do carro, ele ainda teria tentado agredir um dos policiais e foi interrompido por tiro na perna. Nesse momento, os policiais o encaminharam até a UPA, quando Jefferson sacou a arma ao chegar no local foi morto pelos militares.

O boletim de ocorrência foi registrado como desobediência, resistência, porte ilegal de arma de fogo, direção perigosa, tráfico de drogas e homicídio decorrente de oposição a intervenção policial na Polícia Civil.

 


Jefferson José Mikuni Dias, de 34 anos, foi morto na noite deste domingo (3). (Foto: Reprodução)
– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *