Waack: Brasil não tem condições políticas para eliminar subsídios da economia

Da CNN, em São Paulo

No quadro CNN Poder desta quarta-feira (13), na CNN Rádio, William Waack analisa a dependência da economia brasileira dos subsídios fiscais e conclui: não temos condições políticas de eliminá-los.

“O ponto essencial para termos em mente é que a economia brasileira é ‘anestesiada’ por subsídios”, afirmou, ao se referir à declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que a Ford queria receber mais subsídios para manter suas fábricas no país.

“Não importa se a Ford queria mais ou teve menos subsídios do que queria. Na verdade, se considerarmos os subsídios tributários, ou seja, aquilo que saiu do bolso do contribuinte brasileiro para renúncia fiscal à indústria automotiva brasileira, eles triplicaram em proporção ao PIB nos últimos dez anos” completou.

Waack também afirmou que não adianta dizer que essa situação é culpa do governo do PT, do governo Temer ou do próprio governo Bolsonaro. 

“A sociedade brasileira gosta da meia entrada. Essa expressão é do economista Marcos Lisboa, presidente do Insper. Ele quer dizer o seguinte: se alguém está pagando meia entrada, o resto das pessoas que pagam impostos está financiando o todo. É isso que está acontecendo com a indústria automotiva.”

Por fim, ele conclui: “Não gosto de brigar com notícias, nem com os indícios, mas não temos condições políticas de eliminar essa ‘anestesia’. Falta a necessária liderança e convergência de intenções”.

 

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *