Sociedade sul-chapadense inicia discussão sobre desvio da MS 306

Um assunto ainda está em pauta, sobre a concessão da rodovia MS 306, o desvio do trecho que corta o perímetro urbano de Chapadão do Sul.

O governo de Mato Grosso do Sul contratou um estudo sócio econômico e ambiental para que uma decisão seja tomada. A proposta seria desviar a rodovia do perímetro urbano através da BR 060, a partir da rotatória até o pontilhão da Ferronorte, que segue margeando até se encontrar novamente com a MS 306, já no Município de Cassilândia.

Há opiniões favoráveis e contra o projeto, o que está gerando discussões e até apresentação de um anteprojeto sobre a adequação do trecho urbano, que eliminaria os dois pontilhões com o rebaixamento da pista. Este anteprojeto já foi apresentado ao Prefeito João Carlos Krug e na próxima semana deverá ocorrer reunião com os vereadores e com representantes do comércio local.

O estudo sócio econômico e ambiental deverá ouvir a população durante a sua elaboração e o método deverá ser através de audiência pública, momento importante para a sociedade se organizar e se manifestar.

O trecho urbano da MS 306 sempre foi alvo de críticas e de problemas para Chapadão do Sul. Primeiro os trevos existentes causavam acidentes graves, depois vieram a duplicação com a construção de dois viadutos e três rotatórias. A obra amenizou os acidentes, mas não favoreceu o fluxo do trânsito.

A concessionária Way 306 já se manifestou, inclusive em entrevista para o Jovemsulnews, quando foi anunciado que deverá executar qualquer obra sobre esse trecho, desde que seja autorizado, ou decidido através do estudo contratado e o projeto elaborado.

Nesta sexta-feira, 05 de fevereiro, lideranças de Chapadão do Sul, como o ex-prefeito Elo Ramiro Loeff, o Presidente da Ampasul, Walter Schlatter, o Presidente da Fundação Chapadão, Ilton Henrichsen e o produtor Darci Borgelt reuniram-se com o Prefeito João Carlos Krug para discutir o assunto MS 306 perímetro urbano.

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *