Filha de suspeito de matar mulher a marretadas diz que pai ‘vai pagar’ pelo que fez

A estudante Branda de Souza, filha de Atair Nicolau de Sousa, disse que o pai vai pagar por ter matado a mãe a marretadas. A briga entre os dois teria começado por um desentendimento sobre a venda de um lota da família, mas Flávia Maria dos Santos, de 41 anos, já era agredida pelo marido desde sempre.

O crime aconteceu mês passado em Contagem, Minas Gerais. Vizinhos encontraram Flávia morta em sua própria cama, e alegaram que mais cedo no mesmo dia ela apareceu com diversos hematomas pelo corpo. Atair também teria ligado para Brenda momentos depois de cometer o homicídio, afirmando que tinha matado a esposa.

“Ele sempre bateu nela e, querendo ou não, eu carregava uma mágoa dentro de mim. Não havia uma relação de pai e filha. Eu espero que ele fique preso e cumpra o que ele tem que cumprir. Apesar de não trazer ela de volta, ele tem que pagar”, disse Brenda em entrevista à Record. A prisão preventiva de Atair vence domingo (21).

 

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *