Polícia amanhece em local de duplo assassinato e faz varredura por pistas.


Agentes do GOI foram até o local do duplo homicídio na manhã deste sábado. (Foto: Henrique Kawaminami)
Em busca de pistas, policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) amanheceram na MS-010 para investigar duplo assassinato ocorrido na noite desta sexta-feira (12). Wanderley Jesus da Silva e Francisco Borges da Silva, de 54 e 32 anos, foram executados a tiros na entrada de uma chácara, na saída para Rochedinho.

Ainda com manchas de sangue no local, os policiais fizeram varredura, mas não encontraram nenhuma pista. No chão, uma camiseta, chinelo e boné preto também permaneciam no espaço em que ocorreu o crime.


Corpos das vítimas no chão após serem retirados do veículo. (Foto: Adriano Fernandes)
Inicialmente, a suspeita da Polícia Civil ao ir na região ainda na noite de ontem era de que os homens haviam sido mortos com, pelo menos, seis tiros dentro de uma caminhonete. Os corpos foram atingidos em diversas partes, incluindo a cabeça de um deles.

Os corpos foram encontrados por moradores da chácara, que não quiseram se identificar, por volta das 20h. De acordo com relato da moradora, a caminhonete ainda estava ligada, com seta ligada e porta do passageiro aberta.

Marcas de pneu no asfalto também indicam que os dois seguiam sentido Rochedinho. O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado, mas ao chegar no local as vítimas já estavam mortas. De acordo com o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, Leandro da Costa Lacerda, a suspeita inicial é de que os tiros tenham sido disparados por apenas uma pessoa.


Boné ao lado de mancha de sangue no local em que houve dupla execução.

(Foto: Henrique Kawaminami)
– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *