Das 16 cidades com UTI Covid-19 em MS, 15 estão com lotação crítica

Com superlotação nos ltos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de Mato Grosso do Sul, cida que possuem estas vagas passam por situação crítica. Assim, das 16 cida que possuem este tipo de lto para atender infectados por coronavírus, 15 estão com lotação acima de 80%, neste domingo (21).

De acordo com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), a partir de 80% de ocupação é considerado situação crítica de lotação. Assim, a única cidade que não registrou lotação com esta porcentagem é Chapadão do Sul. No entanto, o município possui nenhum dado no Portal Mais Saúde.

Para a reportagem, foram utilizados dados te painel da SES (Secretaria de Estado de Saúde), atualizados até às 17h30. Então, nove cida registraram lotação máxima de 100% nos ltos de UTI Covid-19. Três possuem ocupação de 80% a 85% e uma de 93%.

Os piores cenários estão concentrados em duas cida, que estão com superlotação. Assim, Sidrolândia tem o maior índice de ocupação, são 200% das UTIs ocupadas. Ou seja, o município atende 10 ientes e possui caidade para cinco.

Por fim, Campo Grande atingiu 104% de superlotação neste domingo (21). São 310 ientes atendidos, porém a Capital possui apenas 297 ltos registrados. Então, são 13 pessoas com quadro grave de Covid-19 sendo tratadas além da caidade.

Confira a ocupação das UTIs dos municípios de MS:
  • Aparecida do Taboado 100% das 5 vagas existentes
  • Aquidauana 100% dos 8 ltos existentes
  • Bataguassu 100%, das 5 vagas existentes
  • Campo Grande 104,71%, das 297 vagas existentes
  • Corumbá 100%, dos 17 ltos existentes
  • Costa Rica 100%, de 10 vagas existentes
  • Coxim 100%, de 5 vagas existentes
  •  85% de 60 ltos disponívs
  • Jardim 83,33%, de 6 vagas existentes
  • Naviraí 80%, de 10 vagas existentes
  • Nova Andradina 100%, de 8 vagas existentes
  • Paranaíba 100%, de 10 vagas existentes
  • Ponta Porã 93,33%, de 30 vagas existentes
  • Sidrolândia 200%, de 5 vagas existentes
  • Três Lagoas 100%, de 38 vagas existentes
Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *