O PM que foi baleado após atirar para cima e contra outros policiais na tarde de ontem, 28, no Farol da Barra, em Salvador, morreu horas depois de dar entrada no hospital.
© Alberto Maraux / SSP-BA

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, Wesley Soares Gomes teve um surto psicótico e efetuou disparos de fuzil para o alto.

Policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) foram acionados e cercaram o local.

Durante as negociações, o PM alternava momentos de lucidez com acessos de raiva, acompanhados de disparos. Num desses momentos de fúria ele atirou contra os colegas, que revidaram.

Wesley Soares Gomes chegou a ser socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu e morreu.

Ao G1, a família informou que Wesley nunca tinha apresentado surtos. O policial tinha o rosto pintado de verde e amarelo quando começou a efetuar tiros no Farol da Barra.

O PM era noivo e trabalhava na 72ª CIPM havia pelo menos quatro anos.