Um ano após 1ª morte por Covid-19, vacinação contra o vírus é maior esperança em MS

Um ano após Mato Grosso do Sul noticiar a primeira morte pela Covid-19, no dia 31 de março de 2020, o estado enfrenta um novo pico da doença misturado com sentimento de esperança para a população. A chegada da vacina contra o coronavírus é a ‘luz no fim do túnel’ para quem espera voltar a viver sem o medo da doença.

Um dos momentos mais esperados da pandemia em MS aconteceu no dia 18 de janeiro, quando o primeiro lote do imunizante chegou ao estado e a aplicação simbólica aconteceu. No dia seguinte, as primeiras pessoas começaram a ser vacinadas para valer.

Até então, mais de 290 mil sul-mato-grossenses já receberam ao menos uma dose da vacina. Para os próximos meses, a expectativa é de que o Ministério da Saúde aumente a quantidade de doses enviadas aos estados, permitindo, assim, a aceleração do ritmo de vacinação. 

Mato Grosso do Sul está entre os melhores e desta vez na liderança da Campanha de Imunização Contra o coronavírus, se tornando o Estado que mais aplica doses de vacinas no país. Conforme o Consórcio de Veículos de Imprensa, o Estado passou a ocupar o primeiro lugar na aplicação da primeira dose. E já liderava há semanas na aplicação da dose 2.

Conforme previsão do próprio governo federal, em um cenário em que o Ministério da Saúde entregue todas as doses e os acordos previstos com laboratórios sejam firmados, toda a população adulta do país estará vacinada até dia 31 de dezembro de 2021. Em MS, a estimativa, no atual ritmo, é que todos sejam vacinados até outubro do próximo ano.

Até que esse dia chegue, a recomendação dos médicos e pesquisadores é de mantermos todas as medidas de biossegurança como o uso de máscara, distanciamento, higiene das mãos e isolamento social sempre que possível.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *