Recebida via Sedex, mulher é flagrada com 500 ‘pontos’ de droga sintética, que deixa usuário igual ‘zumbi’

Polícia ressaltou que usuário da droga fica nesta condição e que a droga é 100 vezes mais potente que a maconha. Segundo a investigação de MS, mulher queria levar droga para o presídio onde marido está preso.

Uma mulher de 52 anos foi flagrada com 500 pontos da droga sintética 4K, que é considerado 100 vezes mais potente que a maconha e deixa o usuário em um estado conhecido como “zumbi”, segundo a Polícia Civil. A suspeita estava na Vila Industrial, em Dourados, região sul do estado, nesta quarta-feira (19).

Conforme a investigação, a suspeita tentaria levar o ilícito para o Presídio Estadual de Dourados (PED), onde seu companheiro está preso.

Questionada sobre o destino da droga, a mulher, que já havia sido presa por levar drogas para o mesmo local, afirmou que levaria a 4K para o seu convivente, que, posteriormente, a venderia.

Ela foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo que também houve o pedido da prisão preventiva, já que a suspeita era reincidente no crime.

Sobre a maconha sintética, a investigação ainda ressaltou que ela foi criada em laboratório, na forma líquida, para simular os efeitos da natural, porém, com um efeito muito superior, sendo borrifada em papéis e depois consumida na forma de cigarro.

Em São Paulo, ainda conforme a polícia, a 4K já é uma das droga mais apreendidas nos presídios, provocando intensa dependência química.

G1MS

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *