Justiça absolve pastor Marcos Pereira, acusado de estuprar fiel de sua igreja

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro absolveu pastor Marcos Pereira, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), da acusação de estupro a uma fiel de sua igreja em 2006. A decisão foi proferida em 11 de maio pelo desembargador Cairo Ítalo França David, relator do caso.

Segundo apurou o Extra, a decisão foi tomada após um pedido da defesa do réu para uma revisão criminal. Em 2013, Marcos tinha sido condenado a 15 anos de prisão pelo crime. Na época, o religioso foi acusado pelo antigo crime de atentado violento ao pudor, hoje considerado estupro.

A defesa de Marcos Pereira alegou que o pastor não poderia ser punido pelo tempo que a vítima levou para denunciá-lo. Os advogados também argumentaram que testemunhas foram coagidas e ameaçadas a darem depoimentos contra o pastor, que chegou a ser preso em maio de 2013, mas foi solto em dezembro de 2014.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *