Às vésperas do começo do inverno, vacinação contra gripe está empacada

Baixa procura está preocupando Ministério da Saúde. Somente trabalhadores em saúde e idosos ultrapassaram 50% da meta de imunização

Otávio Augusto – METROPOLES

Mais de 70 dias após o início da vacinação contra a gripe, somente dois grupos que pertencem ao público-alvo prioritário da campanha atingiram 50% da meta.

A imunização contra a influenza não deslancha, o que acendeu sinal de alerta no Ministério da Saúde, às vésperas do começo do inverno – a estação começa na próxima terça (21/6).

O maior problema do adoecimento por gripe nesse período é que o acúmulo de enfermos pode pressionar os serviços de saúde do país.Fazem parte dos grupos prioritários para a vacinação crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores.

Dessas pessoas, somente funcionários da saúde e idosos ultrapassaram metade do público a ser imunizado.Ao todo, 56,8% dos idosos tomaram a dose de proteção contra a gripe.

Dos trabalhadores da saúde, 56,4%.Os dados foram analisados pelo Metrópoles, com base em material publicado pelo LocalizaSUS, plataforma de prestação de contas do Ministério da Saúde.

As gestantes e as puérperas, que são mulheres que deram à luz até 45 dias, apresentam a menor procura pela proteção, com 32,3% e 33,3% do público imunizado, respectivamente.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *