Morre Walewska, campeã olímpica pela seleção brasileira de vôlei, aos 43 anos

Nesta quinta-feira (21), o mundo do vôlei foi abalado pela triste notícia do falecimento de Walewska Oliveira, ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei, aos 43 anos. A causa de sua morte ainda não foi divulgada. Ela estava aposentada desde o fim da temporada 2021/2022.

Walewska estava em São Paulo para a divulgação de sua biografia. Durante o dia de sua morte, ela havia gravado um podcast na capital paulista e participado de um evento onde apresentou seu livro, destacando seu comprometimento com o esporte até os últimos momentos de sua vida.

A trajetória de Walewska no vôlei começou em 1995, no Minas, onde permaneceu até 1998. Ela retornou ao clube mineiro em 2014 e ficou até o ano seguinte. Ao longo de sua carreira, a meio-de-rede também passou por equipes renomadas, como Rexona/Ades, São Caetano, Sirio Perugia (Itália), Murcia (Espanha), Zarechie (Rússia), Vôlei Futuro, Vôlei Amil, Minas, Osasco e Praia Clube, onde encerrou sua trajetória no esporte.

Pela seleção brasileira, Walewska deixou uma marca indelével. Ela conquistou o título dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, na China, além de ter faturado a medalha de bronze nos jogos de 2000, em Atenas, na Grécia. Sua contribuição para o vôlei não se limitou às Olimpíadas; ela também venceu o título do Grand Prix de Vôlei em três ocasiões, nos anos de 2004, 2006 e 2008, sendo eleita a melhor bloqueadora do torneio na última conquista.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *