Sete pessoas são presas na região durante operação policial contra jogos de azar

Operação, denominada Xeque-mate, foi feita pela Polícia Civil de Fernandópolis (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Operação, denominada Xeque-mate, foi feita pela Polícia Civil de Fernandópolis (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil de Fernandópolis (SP) fez uma operação para coibir o crime de exploração de jogos de azar. Os mandados de busca e apreensão e de prisão foram cumpridos na manhã desta terça-feira (14), em cidades da região.

Denominada Xeque-mate, a ação tem como objetivo identificar a organização criminosa que atua nos municípios de Fernandópolis e Votuporanga (SP). Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Fernandópolis , outros dois em Votuporanga e um em São João de Iracema (SP).

Também foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva em Fernandópolis, um em Cosmorama (SP) e um em São João de Iracema.

As investigações começaram no ano passado. Desde o fim de 2023, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) conseguiu identificar os alvos onde foram cumpridos os mandados de busca e apreensão e de prisão em Fernandópolis e em outras cidades do noroeste paulista.

No primeiro momento, o foco eram os estabelecimentos comerciais onde eram realizadas as atividades de jogos de azar. De acordo com a DIG, desta vez, os policiais foram às ruas para prender pessoas de alto patamar dentro do grupo criminoso. Entre eles, gerentes responsáveis pelo esquema.

Foram apreendidos algumas máquinas, celulares e muitos relatórios que são controles do giro dos jogos clandestinos.

Se condenados, os presos vão responder por organização criminosa e contravenção penal. A polícia também investiga o crime de lavagem de dinheiro.

As investigações continuam para identificar outros suspeitos de participar do esquema criminoso.

Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *